Portal Drauzio Varella ( @drauziovarella ) Twitter Profile

drauziovarella

Portal Drauzio Varella

Twitter oficial do Portal Drauzio Varella. Um olhar transversal sobre a saúde: de resfriado a questões sociais. Produção: UZMK Conteúdo.

Joined on 22 October, 2009

http://bit.ly/novoportaldv

  • 903 Tweets
  • 398.1k Followers
  • 370 Following

Nesse momento, a pessoa entra em um looping de culpabilização: "Por que eu?", "Por que não me preveni?", "Não sou digno de receber afeto" e tantos outros pensamentos que a prendem no passado. Precisamos lembrar: há vida após o diagnóstico de HIV.

 72  1  3

Ainda que as pessoas com HIV possam ter qualidade de vida e manter relações sexuais e afetivas, elas precisam enfrentar a imagem estereotipada de que a vida acabou. Isso desperta um sentimento nocivo naqueles que se descobrem com o vírus: a culpa.

 157  2  11

Enquanto sociedade, é nosso dever NÃO dar continuidade à culpabilização de quem tem uma condição de saúde, seja ela qual for, incluindo o HIV. Se você tem HIV e se sente à vontade para falar sobre o assunto, conte nos comentários a sua experiência. #VivendoComHIV

 69  0  4

Em 2020, ainda precisamos esclarecer que o HIV não atinge apenas pessoas LGBTQI+, mas também heterossexuais. Negar a existência do vírus entre essa população reforça estigmas e impede um diálogo honesto sobre prevenção. Vamos conversar mais sobre isso? #VivendoComHIV

 245  3  22

+ Ou seja, tecidos como tricô e crochê NÃO protegem. Sua máscara pode ser bonita, mas não está sendo eficaz. Além disso, a máscara precisa cobrir a boca e o nariz, então nada de máscara no queixo. Estamos juntos. 💛

 198  3  21

Fala, pessoal! Queremos saber se todo mundo está usando a máscara corretamente. 😷 Lembrem-se: agora não é hora de se preocupar com a moda, mas sim de se proteger. Use uma máscara que tenha pelo menos 2 camadas de pano e que sejam feitas de algodão, preferencialmente +

 386  3  36

AO VIVO NO INSTAGRAM: Ocupação de leitos e número de casos aumentando, médicos pedindo o lockdown. Afinal: já estamos vivendo a segunda onda de #covid19? Hoje, às 19h, @marivarella conversa com a neurocientista e divulgadora científica @mellziland sobre o tema. Não perca!

 148  3  14

COMEÇOU! Dr. Jairo Bouer e o psicólogo Lucas Veiga conversam ao vivo sobre como está a saúde mental da população #8MesesDepois do início da quarentena, diante da ameaça de uma segunda onda de #covid19 e sem previsão para o fim da pandemia. Assista.

 29  1  2

Sem previsão para o fim da pandemia, precisamos falar sobre como estamos nos sentindo e no que estamos pensando. Hoje, dia 25/11, às 18h, o psiquiatra @JairoBouerDR conversa com o psicólogo Lucas Veiga a respeito do tema. Ative o lembrete. #8MesesDepois

 47  0  7

+ #FalaDrauzio: "Para quem recebeu os melhores tratamentos e voltou à Casa Branca com médicos de plantão e helicóptero à porta, é fácil posar de John Wayne. Quero ver se seria macho de ir para casa, sem médico por perto, para se tratar com cloroquina."

 170  1  28

+ #FalaDrauzio: "Estudo recente da Universidade Cornell mostrou que 'Trump é o principal divulgador de notícias falsas sobre a covid-19'. Não é por acaso que os Estados Unidos são campeões mundiais em número de mortos por covid."

 68  1  2

Mesmo com "sintomas leves" da #covid19, Trump chegou a suíte presidencial de um centro hospitalar modelo de helicóptero. Ao receber alta, vangloriou-se: "Não tenha medo da covid." Fala de tamanha irresponsabilidade no país que pratica a medicina mais cara do mundo. +

 152  4  13

+ #FalaDrauzio: “Um presidente que diz: 'Não deixe que a #covid19 domine sua vida', tripudia sobre os milhões de americanos negros e latinos, sem acesso sequer aos testes para diagnóstico da doença, nos poucos hospitais que atendem sem plano de saúde."

 35  2  2

Quoted @drauziovarella

Se você está em isolamento social desde março, já deve ter tido a sensação de estar enxugando gelo por respeitar uma quarentena que parece existir só para você. Você não é trouxa por fazer isso, mas responsável e empático. Queremos ouvir o que vocês têm sentido neste meio tempo.

Cerca de 8 meses depois da nossa 1ª conversa sobre os sentimentos em torno da pandemia, temos 80% dos brasileiros mais ansiosos, 68% mais depressivos, 50% com algum tipo de alteração no sono. Abrir espaço para discutir a saúde mental é preciso. Como você está? #8MesesDepois

 333  34  29

E, para quem não acredita que a população idosa esteja interessada em saúde mental, a mesma pesquisa do Ibope revelou que 89% dos entrevistados com + de 55 anos está mais à vontade para falar sobre depressão. Precisamos dialogar com essas pessoas, não excluí-las do debate.

 73  1  0

Ouça o novo episódio do “Entrementes”, podcast apresentado pelo editor @luizfujitajr:

 38  1  0

A telemedicina, por exemplo, pode facilitar o acesso à psicoterapia de pacientes idosos com mobilidade reduzida, assim como àqueles que moram longe dos grandes centros.

 51  1  1

A depressão no idoso se manifesta de maneira bem similar a do adulto: desânimo persistente, baixa autoestima, sentimento de inutilidade, perda de interesse, mudança de apetite, hábitos do sono, dificuldade de concentração, irritabilidade e apatia.

 51  1  3

Quem convive com uma pessoa idosa deve ficar de olho para identificar esses sinais e, se preciso, incentivar e ajudar a procurar um profissional de saúde mental. Hoje, felizmente existem os mais diversos tipos de tratamento.

 43  1  2

Essa população cresceu com menos acesso à informações sobre saúde mental. Isso impacta na identificação do problema e busca por ajuda. Segundo uma pesquisa do Ibope, 30% dos entrevistados com + de 55 anos sequer estão convencidos de que depressão é uma doença.

 50  1  4

End of content

No more pages to load